sábado, 12 de julho de 2008

OPINIÃO: A BARCA SEM BARQUEIRO

E o Poço do Concelho?
“Operação Poço do Concelho”, está em marcha!
Foi este o título que me chamou a atenção ao voltar a ler um dos jornalinhos da nossa terra, numa tentativa de matara saudade e voltar a recordar o que já ficou para trás.
O jornal tem o nº 163, de Julho de 2005, já lá vão 3 aninhos e até parece que foi ontem, mas não, o tempo é que passa depressa demais e nós quase não damos por ele.
Ao ler este artigo constatei que, afinal de contas este tema foi mais um dos “tantos assuntos” que ficaram por concretizar, ou seja, ficou tudo em “águas de bacalhau”.
É triste que os assuntos venham à baila, sejam falados e planeados, mas, raramente sejam concretizados.
Como amieirense que ama a sua terra, faço um apelo para que voltem a ler novamente o jornal onde se encontra este tema: “Operação Poço do Concelho” está em marcha!
Apelo a que desta vez, ao lerem este artigo, o façam de alma e coração, pois só assim lhe darão o verdadeiro valor. Presumo que o tenham bem guardado, pois se seguirem o meu exemplo, têm-no de certeza. Eu guardo, religiosamente, todos os exemplares, para um dia mais tarde recordar.
Ao lerem-no vão ficar novamente dentro do assunto e irão saber do que vos estou a falar.
Agora, pergunto a quem de direito, a quem tem de dar o primeiro de um longo passo: não acham que devemos levar esta iniciativa para a frente?
Se todos contribuirmos com o nosso donativo, por pouco que ele seja, conseguiremos alcançar o muito. Deste modo será possível a reposição do poço do concelho, como já havia dito o senhor Jorge Pires, esse bom homem, cheio de valores morais e humanos, sempre pronto a defender o nosso património.
O senhor Jorge pergunta, nesse mesmo jornal, numa carta aberta ao “Povo Amieirense”: Vamos reactivar o Poço do Concelho?
Senhor Jorge, eu, Ana Paula Horta, mesmo já passados três anos, quero dizer-lhe que estou consigo e com todos os que queiram levar este projecto avante. Da minha parte, estarei disposta a dar o meu contributo, por mais pequeno que ele seja.
Acredito que todos os amieirenses residentes ou não residentes, bem como todos os amigos de Amieira, gostariam de ver esta obra concretizada.
Para quem ali nasceu e cresceu bem se lembra da imagem do Poço do Concelho, imagem essa que guardam muito bem na sua memória. Trazê-lo de volta seria quase a construção de um memorial, pois são muitos os que o recordam com saudade.
A mim, só me resta dizer: se recordar é viver, então está na hora de recordar o que este poço foi em tempos e todos juntos, unidos, vamos trazê-lo de volta, pois a união faz a força, todos juntos iremos vencer e o Poço do Concelho iremos erguer!
O meu, nosso, muito obrigado e esperamos em breve obter alguma resposta por quem de direito. Obrigado
Ana Paula Horta in "Jornal de Nisa"