quarta-feira, 14 de novembro de 2007

NO FESTIVAL DOCLISBOA 07

Premiado filme sobre barqueiro de Amieira do Tejo
Paulino, barqueiro em Amieira do Tejo, é a personagem central do filme de Jorge Murteira, premiado no Festival Doc Lisboa 2007 com o prémio Sony para a “Melhor primeira obra portuguesa”. O autor, Jorge Murteira, foi contemplado com um prémio pecuniário de 3 mil euros e uma câmara de filmar HD daquela marca.
O filme, intitulado “A Casa do Barqueiro” tem a duração de 63 minutos, tendo sido apresentado ao público e júri do festival no dia 22 de Outubro no Grande Auditório da Culturgest e no dia seguinte no cinema Londres, recolhendo críticas muito favoráveis e que culminaram na obtenção do prémio destacando a primeira obra do autor.
Deixamos o resumo do filme de Jorge Murteira e ao mesmo tempo uma pergunta: nas comemorações, em curso, dos 10 anos da reconstrução do Cine Teatro de Nisa, este filme sobre o concelho não terá direito a ser exibido? Ou, tal como no documentário de Al Gore, trata-se de “Uma verdade inconveniente”? Responda quem melhor o entender...